Um setor
congestionado

A velocidade de mudança e melhoramentos na infraestrutura não andam ao mesmo passo das necessidades e do crescimento do mercado

Sabemos que há muitas oportunidades de melhorias na estrutura de transporte de cargas no Brasil. Pouco disso depende diretamente das empresas, mas sim, de incentivos e investimentos governamentais. Tendo ciência que a velocidade de mudança e melhoramentos rodoviários não andam ao mesmo passo das necessidades e do crescimento do mercado de transporte de cargas, a TLBR desenvolveu a Estação Truck. Segundo a PRF, só na Rota Oeste, que liga o MT e MS aos Portos, são 975 mil carretas circulando anualmente. O país contabilizou 2,7 milhões de caminhões no ano passado transitando pelas estradas, portos, indústrias, cooperativas e na entrega para os consumidores. Esse volume todo nas estradas causa aquele mundo de caminhões estacionados irregularmente e sem segurança pelas estradas de todo o país, com longas filas e alto tempo de espera.

O principal problema desse setor, está ligado diretamente à baixa produtividade, se compararmos aos países que são referência. Um dos mais relevantes gargalos desse mercado são justamente as retro áreas portuárias e industriais. Bastante importante ainda é a insegurança, como roubos e furtos de cargas de alto valor agregado, assaltos a caminhoneiros, furto de combustíveis dos tanques dos caminhões, sequestros relâmpagos, brigas e pequenos delitos. Há também o desconforto e a baixa qualidade de vida do motorista, causando indignação popular, que chega a ficar vários dias parado em acostamentos, sem banheiros, banho, com alimentação de péssima qualidade, o que configura condições sub-humanas, em total desacordo com a Lei do Descanso 13.103 de 2015.

Lei do Descanso

Um outro problema, é a falta de sincronismo, comunicação e ordenação entre os caminhões na estrada e a liberação de trabalho, movimentação, carga e descarga nos Portos. O volume no Brasil é de aproximadamente 10 milhões de TEUS’s ao ano. Essa também é uma enorme e relevante questão a se propor melhoras. Imagine ainda tudo isso, somado ao crescimento anual do agronegócio na ordem de 3% ao ano. Resultado: Temos muito a melhorar para chegar aos padrões globais.

Como está o setor rodoviário no Brasil

Principais tipos de cargas transportadas (%)

Principais Cargas Transportadas

Distância Média Percorrida (Km/mês)

Distancia Percorrida

Idade Média da Frota (%)

Idade M[edia da Frota
Estação Truck logo
contato@estacaotruck.com
+55 11 4152-8507

São Paulo  |   Paraná   |   Santa Catarina   |   Rio Grande do Sul   |   Mato Grosso do Sul  |   Maranhão Pernambuco   |   Bahia   |  Rio de Janeiro   |  Goiás   |  Rondônia

Uma iniciativa TLBR © 2018 TLBR - Todos os direitos reservados.
Termos de Uso e Política de Privacidade. Projeto e desenvolvimento: Agência Brand & Brand